A “beleza”: Ela não existe sem aspas

Ontem assisti uma reportagem bem canastrona na TV, fantasiada de utilidade pública, sobre “mulheres bombadas”, “turbinadas”… Uma garota de programa que fazia ponto nas ruas de São Paulo trajava vestido micro verde fluorescente e batom rosa choque. Um repórter bonito, maquiavelicamente a incentivava a falar tudo, apelando pra sua inocente, acreditem, vaidade. Ela relatava que o ‘programa’ custa mais caro por ela usar anabolizantes, gastar dinheiro com eles e este era o mote da ~reportági~. Falavam também da influência da mídia sobre este novo “padrão de beleza” onde todas as mulheres tem de ser bronzeadas, siliconadas, cabelos imensos, saltos idem, vestidos decotados e curtos etc e tal.

Concomitantemente, no mundo da moda, nas ‘Fashion Weeks’ da vida, o importante é o rosto belo, ou aquele que foi consagrado por alguém influente como ‘exótico incrível’ e o corpo esquálido e esguio, que, no ambiente que frequento, classe média alta, festinhas de tv, é cada vez mais vigente e desejável, quando não IMPOSTO por alguém num cargo de chefia ou mesmo os homens, que consideram o biotipo interessante para o estilo “namoradinha perfeita”… Elas usam roupas cool e gastam o mesmo tempo da moça do primeiro parágrafo para arrumar os cabelos, mas para que eles pareçam saídos da cama, “naturalmente bagunçados”…

Não posso ignorar dois outros tipos que vigoram ‘nazenternet’: as moças “comuns” com alguma influência e followers justamente por não terem ‘belezas’ clássicas ou marcantes, aquele jeito de ‘menina da facul’, acessíveis e sorridentes, com quem as mulheres costumam se identificar bastante, pois por preconceito imaginam que: “esta não roubaria meu namorado”, ao contrário das duas primeiras descritas aqui. E um último tipo fácil de descrever que são as ‘quero ser gringa e/ou alternativa’. Neste grupo também estão incluídas as anteriores, ‘as comuns’: Bem, ‘as comuns’; quando são branquinhas, que, POR OBRIGAÇÃO tem mamilos rosados, usam cabelos ruivos e já fizeram, ou em breve farão fotos, pra algum site ‘descolado’ de nudez ~INTERNACIONAL~. Aaah! Os mamilos rosados! A buceta rosada! TEM QUE TER! Mas você é brasileira, e POR ACASO é MORENA ou NEGRA e seu mamilo e partes íntimas não são assim?! Saiba que já tem mulher indo ao ginecologista pedir que se providencie uma cor nova para os polêmicos! Ouvi isso, estarrecida, de uma ginecologista que participou de uma palestra minha em POA. E que graças à Nossa Senhora da ÉTICA, mandou a criatura ir cuidar da parte mental e vestir a calcinha.

O fato é: Todas temos elementos de cada um desses perfis, todas temos peculiaridades, o que talvez nos faça menos especiais. Se todas somos, nenhuma é…

A vaidade é algo necessário na vida de todas, mas vamos ter calma. Com a nossa e com a das outras meninas/ ‘moliéres’…

Se permita curtir o que vê no espelho, se permita algum narcisismo, e expresse-o do jeito que quiser. Se permita ser elogiada, sem culpa. Ria dos que olham a sua imagem e JULGAM: seja você magrela, bombada, gordinha, não importa.

A beleza, essa que não tem uma cara só, vai passar. Mas a sua inteligência e o seu caráter não. Isso é o que fica.

Ser dona de si, minha amiga, isso sim é um tesão. E só melhora! =D
@pietraprincipe (se acha bonita mesmo com uma cabeçona.)